segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Parabéns, Santo Padre! - pelos seus 77 anos, lusófonos escrevem ao Papa, agradecendo e assegurando orações


“Parabéns, Santo Padre”. Em vista do aniversário do Papa Francisco, que completa 77 anos de idade nesta terça-feira, 17 de dezembro, cresce o número de lusófonos que nos escrevem via mail para transmitir ao Santo Padre os seus parabéns, assegurando-lhe que rezam por ele e fazendo votos de que possa continuar com o mesmo entusiasmo do primeiro dia o seu ministério. Praticamente todas as mensagens recebidas incluem um “muito obrigado” ao Papa Francisco por tudo o que é e que faz, ao serviço da Igreja e de todos.
A Vera Moser, que faz agora 21 anos, afirma que muito gosta do Papa e o admira, e espera vê-lo pessoalmente em Roma, daqui a pouco, pois virá como Erasmus para Bolonha. Alberto Marinho pede ao Papa que “continue sem medo as suas tão necessárias reformas” e espera que “todos nós o apoiemos com as nossas orações”.
Maria do Carmo Loureiro (que escreve também em nome da Associação Progresso XXI, de que é presidente) agradece ao Papa a Exortação Apostólica: “uma lufada de ar fresco para este Natal”. Zé Luís manda parabéns também nome da esposa Marta e do filho João Maria, que fez 7 anos no passado dia 5 e que – diz – tanto admira o Papa.
Matilde Paes Parente deseja ao Papa uma longa vida para conduzir a Igreja e agradece-lhe a “esperança viva” que a todos comunica e “uma confiança muito grande na ternura de Deus”. O casal Graça e Francisco Sousa Tavares, de Lisboa, mandam “muitos parabéns pelas 77 primaveras” e afirmam dar graças a Deus pela “sua genica, pelas suas mensagens profundas e pela sua alegria permanente”. “Rezamos por si e para que as Igrejas de todo o mundo sigam o seu exemplo” – escrevem.
Rita Sousa Rêgo, que acaba de celebrar 51 anos, diz ao Papa o seu “muito obrigada por tudo o que tem feito pela Igreja”. “É muito bom ter a sua companhia, todos os dias nos dá mais razões para andarmos alegres”.Idênticas mensagens chegaram ainda do Zé Diogo Themudo, de Joaquim Reis, Teresa Olazabal, Milton Encarnação (da Paróquia de Coração de Jesus), Joaquim Campos, Manuel Rocha Pereira, Nuno Themudo, Alice Seixas e Joaquim Filipe Nunes.
Fonte: Rádio Vaticano