quarta-feira, 21 de maio de 2014

Santa Rita: devotos seguem o exemplo de simplicidade e fé desde Cássia, na Itália, a Santa Cruz, no Brasil

A Festa de Santa Rita começa a ser celebrada hoje, na Itália, mas as homenagens à santa das causas impossíveis acontecem inclusive no Brasil, devido à sua importante difusão no mundo. Em Santa Cruz (RN), a movimentação de fiéis é intensa para o santuário que abriga a maior estátua religiosa do planeta e apresenta um show teatral que conta a história e a vida da santa.
Para a cidade de Cássia, na região da Úmbria, Itália, a Festa de Santa Rita é o evento mais importante do ano. Hoje (21), no Santuário e na vigília da Festa, quatro mulheres recebem o ‘Reconhecimento Internacional Santa Rita 2014’, por viverem segundo os valores que lembram o legado de Rita, como o perdão, a assistência aos doentes e a aceitação à cruz, além do empenho em defesa da dignidade dos direitos e deveres do homem. As ‘mulheres de Rita’ escolhidas neste ano são: Elisabetta Parmegiani, Mariella Cantamessa, Maria Teresa Caviglia e Anna Maria Brizzi.
Já nesta quarta-feira (22), as missas no Santuário começam às 5 da manhã e serão marcadas pelo som de festa com a badalada de todos os sinos da cidade de Cássia. Ao meio-dia acontece a tradicional benção das rosas.
A flor-símbolo de Santa Rita está simbolicamente ligada ao final da sua vida. Antes de morrer, já doente e acamada, a santa pediu a uma prima que buscasse uma rosa, flor impossível de ser encontrada no inverno e por causa da neve naquele dia. No entanto, a prima encontra a rosa e leva à Rita, que morreu com 76 anos, no ano de 1457. A santa foi beatificada em 1628 pelo Papa Urbano VIII e canonizada em 1900, pelo papa Leão XIII.
No Brasil, a cidade de Santa Cruz (RN) conta com a maior imagem católica do mundo: uma estátua de 56 metros de altura que representa Santa Rita de Cássia, padroeira do município. Em termos de comparação, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, mede 38 metros.
Dentro da programação local, além dos eventos religiosos, a cidade promove a tradicional apresentação do espetáculo ‘Rita, a Santa dos Impossíveis’. Ao longo dos últimos anos, a encenação teatral a céu aberto conta a vida de Rita, através da participação de mais de 40 alunos de programas sociais e de escolas municipais e estaduais. As duas apresentações foram realizadas no início desta semana, logo após a novena.
Após a inauguração do Alto de Santa Rita e a criação do espetáculo, cresceu o movimento de peregrinos de outros municípios e estados. Hoje, a Festa em Santa Cruz é considerada um dos dez maiores eventos religiosos do Rio Grande do Norte.
Fonte: Rádio Vaticano