segunda-feira, 28 de julho de 2014

Reitor-mor pede à Família Salesiana para unir-se ao apelo do Papa pela Paz

Minha caríssima inteira Família Salesiana, meus caros jovens,

Ontem, o Santo Padre fez um vivo apelo, repleto de dor e de esperança na Fé.

Comoveram-me as suas últimas palavras: “Esta é a hora de parar. Parem, por favor, lho peço com todo o coração, Parem, por favor”. Estou certo de que este pedido é partilhado pela maior parte dos homens e mulheres de boa vontade do nosso mundo. O que é certo é que tudo se perde com a guerra e que tudo se pode obter com a Paz! O Papa Francisco fez uma referência explícita às crianças, a quem foi tirada a vida, foi tirada a esperança. E enquanto a tragédia e o horror da guerra são um drama para pais, mães, avós, ao mesmo tempo são o fim para os mais indefesos, aqueles que não podem compreender quanto sucede, o que está acontecendo.

Caros irmãos e irmãs dos quatro pontos do mundo onde o carisma salesiano está presente: permito-me pedir-lhes que nos unamos a esta oração do Santo Padre; que rezemos com verdadeira Fé para que Deus toque os nossos corações, também os das pessoas que podem decidir pelo fim dessas guerras que existem neste momento; e que nos conceda a nós o Dom de sermos sempre portadores e construtores da sua Paz. Rezemos para que tanta dor se converta em Vida Nova ressuscitada nEle. Rezemos para que sejamos sempre capazes de empenhar-nos pela Paz e pelas crianças e jovens que sofrem, maiormente.

Queira Deus iluminar-nos sempre com a esperança. Um abraço fraterno.

Padre Ángel Fernández Artime, reitor-mor.
Fonte: Congregação Salesiana