sábado, 15 de novembro de 2014

54º edição da Feira da Providência no RJ



A partir do dia 3 de dezembro, os moradores da Cidade Maravilhosa terão cinco dias para passear pelos pavilhões dois e três do Riocentro e se deparar com um caldeirão de manifestações culturais. É a Feira da Providência, que tem como sua principal razão de ser a solidariedade, em sua 54ª edição.

Em 2014, a Feira da Providência terá como tema o esporte, em virtude do cenário atual do país, que acabou de viver uma Copa do Mundo e sediará os Jogos Olímpicos de 2016. A escolha do tema revela características similares que o esporte e o Banco da Providência têm em comum, como a energia, superação, união e solidariedade. É através da renda obtida no evento que a instituição leva à frente seus projetos sociais.

Os 32 países e 14 estados são os grandes atrativos da feira, mas também há a área de artesanato nacional e internacional, moda, casa e decoração, gastronomia e novidades como uma área de food trucks, trazendo alimentação sobre rodas e área kids, com pipoca, sorvete, crepe no palito e outras delícias, ao lado do parque de diversões.

Detalhes da feira

A Feira da Providência desse ano será realizada de 3 a 7 de dezembro no Riocentro, do meio-dia até 23h, com cerca de 300 expositores reunidos numa área total de 35 mil metros quadrados.

Na entrada do evento, o visitante vai encontrar uma cenografia que destacará o tema de 2014: o esporte. O Pavilhão 2 reunirá Espaço, Moda e Beleza com estandes de diferentes grifes, trazendo as tendências da moda e acessórios em couro e produtos de beleza. Terá uma Cafeteria Gourmet, itens de casa e decoração, educação, cultura e espaço infantil com lanchonetes, como Bob’s, Dogs, Doce Tentação e pastelaria, ao lado do Parque de Aventuras.

No Pavilhão 3, o visitante encontrará uma enorme variedade de artesanatos do Brasil e do mundo, uma área gastronômica com comidas típicas internacionais (árabe, japonesa, alemã, espanhola, mexicana e portuguesa) e nacionais (mineira e nordestina). Mercado de importados trazendo mais de mil produtos a preços irresistíveis, diversas atrações folclóricas e manifestações artísticas no palco cultural, além de um estande do Banco da Providência, onde será possível conhecer melhor os projetos sociais da instituição.

Banco da Providência

Criado em 1959 por Dom Helder Câmara, o Banco da Providência baseia-se na ideia de que as pessoas menos favorecidas também tivessem um banco onde pudessem ir e obter determinado tipo de ajuda. Desde então, vem colaborando para a superação da pobreza extrema através dos projetos sociais que desenvolve e, atualmente, tem apoio direto das empresas.

Em 2003 foi criada uma metodologia nova chamada “Programa de Inclusão Social de Famílias”, que possibilita o monitoramento de quantas famílias estão deixando a linha de pobreza extrema através da capacitação que o próprio banco proporciona.

A gerente de projetos sociais do Banco da Providência, Terezinha do Nascimento, explicou que os projetos são portas de entrada para as famílias passarem pelos estágios do desenvolvimento humano: capacitação profissional, de trabalho e renda. Primeiramente, procuram resolver toda a parte da documentação, aumento da escolaridade e acesso a direitos, como saúde.

A outra porta de entrada é a agência Comunidade de Emaús, que tem parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e está localizada no bairro de Cordovil. Sua meta é colaborar para reduzir o número de homens adultos (18 a 50 anos) que vivem nas ruas da cidade do Rio de Janeiro, por meio da inclusão produtiva. O projeto dura cerca de nove meses e atua em cinco eixos fundamentais: documentação, tratamento da dependência química, aumento da escolaridade, capacitação profissional, inserção no mercado de trabalho e apoio social para ter moradia fora das ruas.

A terceira porta de entrada é o projeto mais recente do Banco da Providência: a Agência de Cidadania, destinada a egressos do sistema penitenciário. Todo ano acolhe cem egressos que passam por um programa de formação para o mundo de trabalho, correspondente a oito encontros de partilha de orientação da formação. Ao final desse programa, eles fazem um plano de atitudes a partir de todas as informações que receberam. Quarenta por cento do número de egressos conseguem se formar.

O banco também oferece cerca de mil vagas em cursos profissionalizantes para os três públicos: família, população de rua e egressos do sistema penitenciário. A agência de cursos fica no bairro do Flamengo, na Paróquia São José Operário, e disponibiliza cursos na área de prestação de serviços, confecção, cabelereiro e informática. A partir dos recursos arrecadados na feira, o banco dá uma bolsa transporte e arca com os gastos de todo material técnico usado para a formação.

Serviço

54ª Feira da Providência

Local: Riocentro (Av. Salvador Allende, 6.555 - Barra da Tijuca, RJ)

Data: 3 a 7 de dezembro - Horário: 12h às 23h

De quarta a sexta: R$ 16 (inteira) / R$ 8 (meia)

Sábado e domingo: R$ 18 inteira) / R$ R$ 9 (meia)

Crianças até um metro não pagam

Estacionamento: R$ 15 – O evento não é responsável pelo valor cobrado.

* Por lei, os idosos acima de 60 anos portadores de necessidades especiais e estudantes pagam meia mediante apresentação de documento na bilheteria do evento. Pagamento em dinheiro ou cartão de débito.

Caixas eletrônicos: quatro caixas Banco 24h

Serviço de aluguel de carrinhos e cadeira de rodas

Guarda-volumes: localizado no Pavilhão 3 (valor: R$ 2 pelo dia)

Táxi: Saída do Pavilhão 2 - serviço de táxis credenciados pelo Riocentro
Fonte: Arq. RIO