sexta-feira, 27 de junho de 2014

"Un Dios prohibido", melhor filme de festival internacional católico


O filme “Un Dios prohibido” recebeu nesta quinta-feira, 26, o título de Melhor Filme do ‘International Catholic Film Festival-Mirabile Dictu’, realizado em Roma. Na película, o Diretor espanhol Pablo Moreno conta a história do martírio de 51 religiosos claretianos no início da Guerra Civil Espanhola (1936), porque se recusaram a renunciar a Deus e a seus hábitos sacerdotais.
O Festival encerrado ontem, quinta-feira, com a proclamação dos vencedores, foi idealizado pela cineasta Liana Marabini em 2010 para dar espaço a produtores e diretores de obras que promovem valores morais universais e modelos positivos.
As gravações em 1896 do Papa Leão XIII que passeava nos Jardins Vaticanos e, no ano sucessivo, concedendo a bênção apostólica, marcam “o início quase que absoluto da ligação entre Igreja e cinema”, observou o Presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, Cardeal Gianfranco Ravasi. Uma ligação “que sempre continuou de maneira implícita, por meio dos grandes diretores, com os seus filmes simbólicos, que sem serem necessariamente ligados à fé” se interessavam “por temas religiosos, como Breson, Tarkovskij, Dreyer, Bergman e mesmo aqueles que não estavam distantes disto, como Buñuel”, observou o Cardeal.
Entre os “protagonistas” das obras premiadas, também Madre Teresa de Calcutá e Celestino V. O Júri foi presidido neste ano pelo produtor austríaco Norbert Blecha. 
 Fonte:Rádio Vaticano
Baixe o filme em português através deste link: Baixar o filme